Qualidade de Vida • Em 13 fev, 2020

Qual a melhor atividade física depois dos 50 e 60 anos?

Qual a melhor atividade física depois dos 50 e 60 ?Como escolher melhor atividade física depois dos 50 e 60 anos

O corpo humano muda com o passar do tempo, por isso precisamos entender o que podemos alcançar em cada época de nossa vida.

E também sabemos que exercícios físicos são importantes para nossa saúde e longevidade.

Diversas pesquisas comprovam que praticantes de atividades físicas têm um risco menor a doenças cardiovasculares e até mesmo de diabetes.

A fisioterapeuta Julie Broderick, professora assistente da Trinity College em Dublin (Irlanda) escreveu sobre a importância dos exercícios físicos e foi além, listando algumas das melhores atividades para cada idade. 

No entanto, neste post o destaque será a atividade física depois dos 50 anos.

Da infância até os 40 anos

Na infância

  • Todos os esportes são muito bem-vindos. Afinal, é a época da descoberta e os esportes são a porta de entrada para começar a se exercitar sem se tornar enfadonho. Broderick afirma que o melhor é que a criança passe por vários para descobrir o que mais gosta.

Na adolescência 

  • Esportes em grupos são os mais sugeridos, pois geram comprometimento em equipe e trabalha todo o corpo.

Na fase adulta, dos 20 aos 40 anos

  • No ápice de nossa força muscular, as atividades aeróbicas e de musculação são muito recomendadas.
  • Natação também é uma excelente escolha pois trabalha todo o corpo e trabalha a respiração.

Atividade física depois dos 50 anos

Com a redução do nível de estrógeno na mulher faz com que a mulher após os 40 anos tenha um risco maior de doenças cardiovasculares.

Para reduzir esse risco é importante incluir atividades com foco em manter a massa muscular.

  • Caminhada e corrida,  por exemplo são ótimos exercícios cardiovasculares.
  • Tai chi chuan, ioga e pilates são ótimas sugestões para quem prefere atividades feitas em grupos.

Atividades física depois dos 60 anos

A partir dos 60 anos as melhores opções são:

  • Exercícios que reduzem as chances de criar ou intensificar as dores crônicas, como artrite e artrose, por exemplo.
  • Atividades leves que trabalham a flexibilidade são os mais aconselháveis.
  • Dança de salão é uma das opções mais adequadas para manter o corpo em atividade e sem muito impacto.
  • Já a hidroginástica é considerada uma das melhores atividades, pois trabalha os músculos com a resistência da água e com um baixíssimo impacto para as articulações.

Além disso, essas atividades lhe darão a oportunidade de conhecer novas pessoas e criar laços para manter a mente ocupada

Conheça seu corpo antes

Apesar das recomendações acima, vale lembrar que cada pessoa é diferente da outra, e nem sempre precisamos ou podemos levar essas recomendações à risca.

A educadora física Amanda Assunção (33) afirma que a idade pode definir, mas não em todos os casos.
Muitos jovens já podem ter algum problema de saúde ou dor crônica, o que impossibilita certas atividades físicas de esforço, impacto ou até mesmo de força”, afirma Amanda.

Ao mesmo tempo, pessoas acima de 50 anos que sempre tiveram uma vida mais ativa, acabam tendo uma força física bem maior.

Alguns idosos, por já terem uma vida ativa em relação a atividade física mesmo depois dos 60 anos podem fazer atividade de musculação normalmente.”
A educadora, que trabalha há mais de 10 anos e possui uma academia em Brasília (DF) também afirma que a natação é uma das melhores atividades para qualquer faixa etária:

A natação não tem impacto e trabalha todo o corpo: força muscular, resistência cardiovascular, coordenação e respiração, e ao mesmo tempo que está trabalhando o seu corpo esta relaxando a musculatura”, termina a educadora.

** Os direitos autorais sobre as imagens pertencem aos seus respectivos donos. Caso você seja um deles e queira que sua imagem seja retirada, por favor, entrar em contato conosco. Obrigada!

Beijins 

Claudia

Imagem: Pessoas vetor criado por macrovector – br.freepik.com

Você pode gostar destes posts:

Qualidade de vida: 3 lições sobre longevidade

Qualidade de Vida: Você é ou será um superidoso?

confira os posts relacionados:

Deixe seu comentário

1 Comentário

  • Bia Perez
    13 fevereiro, 2020

    Suas dicas são muito boas. Gostei. Abraços

  • %d blogueiros gostam disto: