Qualidade de Vida • Em 06 jun, 2019

Qualidade de Vida: Você é ou será um superidoso?

Qualidade de vida - você é ou será um superidoso

Superidoso = Qualidade de Vida + Longevidade

Chegar na casa dos 3 dígitos de idade parecia um objetivo para poucos, mas segundo estudos , descobriu-se que alguns fatores influenciam para atingir os 100 anos e… muito bem!

Pesquisas sugerem que desenvolver hábitos na meia idade trará grandes benefícios para atingir a longevidade.

O que nos define não são as coisas que acontecem conosco, mas sim como escolhemos reagir.

Então que tal embarcar nesta viagem para tornar-se um “superidoso”?

Quais são os poderes de um superidoso?

São capazes de aliar uma expectativa de vida elevada com grande qualidade de vida.

O superidoso é alguém que manteve o bom funcionamento do corpo na terceira idade,  esboçando as características de um adulto com muita animação e vigor.

  • Função cognitiva(raciocínio) preservada: Você sabia que à partir dos 65 anos o risco de demência dobra a cada 5 anos?
    Temos um encolhimento cerebral que atingirá seu pico aos 90 anos, sendo comparável ao de uma criança muito jovem.
    O superidoso é capaz de driblar esses efeitos e continuar mantendo o bom uso de suas funções neurológicas;
  • Círculo social preservado: O superidoso é capaz de se relacionar com pessoas da sua idade ou de outras faixas etárias sem problemas, isso é pelo fato de manter-se atualizado acerca dos acontecimentos do mundo, impedindo a alienação que pode vir junto da terceira idade;
  • Memória preservada: Estima-se que uma grande porcentagem dos idosos tenha perda de ao menos uma parte da memória de curto prazo, isso sem falar de doenças degenerativas que afetam a memória como o Alzheimer;
  • Habilidades físicas , ou ausência de grandes problemas de saúde que diminuam sua capacidade funcional.

Como posso me tornar um superidoso?

Parece uma árdua batalha. Como dito acima, nosso cérebro regride com o passar dos anos, diminuindo não só de tamanho como também sua capacidade.

Algumas pesquisas elencaram o que se chama de ‘’reserva cognitiva’’, que funciona basicamente como um ‘’estoque cerebral’’ para a terceira idade, e deve ser construída com o tempo visando manter nossa qualidade de vida na terceira idade.

Você deve estar se perguntando como adquirir a tão sonhada reserva cognitiva, então elencamos três principais itens:

  • Exercício físico: De preferência com qualidade e frequência. Você não precisa levantar pesos na terceira idade, mas seria ótimo se mantivesse uma dieta  regrada auxiliada por um bom aeróbico!
  • Mantenha-se intelectualmente ativo: este item é importante e merece atenção.
    Seja fazendo quebra-cabeças, lendo livros desafiadores, aprendendo novas línguas, o idoso deve continuar a exercitar o cérebro sempre que possível.
    Nada de ficar os dias no sofá vendo televisão, experimente trocá-la por um bom livro!
    Quem sabe finalmente fazer aquele curso de francês que você sempre quis? Não há idade para aprender, e além disso, o cérebro se vê forçado a ‘’adaptar-se’’ ao encontrar desafios desse tipo, impedindo que fique preguiçoso na terceira idade.
  • Seja sociável: Manter boas relações familiares e com amigos é essencial. Tente reunir-se com os amigos quando possível, entre em clubes e atividades, converse na academia. É saudável partilharmos nossas experiências e atividades com os outros! 

 

Tornar-se um idoso modelo

Vale a pena começar a cultivar estes bons hábitos desde já ao invés de correr atrás do tempo perdido.

Mas o importante é sempre sua mudança de atitude, ou seja, encarar os desafios e não deixá-los passarem por cima de você. 

O peculiar é que muito de como envelhecemos não tem a ver com a genética. E sim com nossas escolhas, como vivemos, física e socialmente.

E isso significa que muito mais pode estar sob nosso controle do que pensamos.

Tudo está na sua atitude…

É mais fácil dizer que os problemas de saúde está ligado à genética e não ter como controlar…

Será? 

Acredito que o maior motivo de uma pessoa viver até seus 90 anos é o seu estilo de vida. Parece ser otimista demais , mas é bem atingível. Saber fazer as suas escolhas diárias fazem diferença , e pode somar umas dezenas de bons anos ativos em sua vida.

Escolhas que ajudam a desenvolver hábitos que levarão aos 100+!

As decisões que você toma todos os dias podem ter um enorme impacto em sua vida ‘útil’.  

Se você tem uma  lista de escolhas saudáveis, como fazer uma determinada dieta e não fumar, fortalecer e manter a rede social pode ser importante nessa lista.

Os estudos descobriram que os superidosos:

  • Se preocupam mais com relacionamentos íntimos.
  • Eles são muito mais sociais – mais um sinal de que a solidão é um assassino silencioso.
  • Possuem uma visão mais positiva da vida.
  • Bebem vinho, bebem café, ganham peso, mas exercitam , se relacionam e usam seus cérebros. 
  • Nunca se aposentam e até tem emaranhados de demência em seus cérebros – mas eles têm uma função cerebral melhor do que as pessoas na casa dos 50 anos.

Estamos vivendo mais tempo, porém nossa saúde não acompanha esta evolução visto que muitos de nós consomem alimentos e substâncias nocivas  durante todos esses anos, sem falar na falta de exercícios físicos e cuidados gerais com a saúde!

Desse modo, é fácil observar  que nossa qualidade de vida cai apesar da expectativa subir! Confira também as 3 lições sobre a longevidade aqui.

Não importa se você tem 45, 65 ou 75 anos, o que importa é ter motivos para cruzar um objetivo de vida que está na sua lista de desejos.

Beijins

Claudia

 

Imagens: Pixabay e Pinterest

Colaboração de José Pedro Duarte Hillal,  acadêmico em medicina

Você pode gostar deste:

Qualidade de Vida: Os 6 superalimentos e seus superpoderes

 

 

confira os posts relacionados:

Deixe seu comentário

9 Comentários

  • ludoevico
    17 abril, 2018

    Gostei muito! Só falta começar algum exercício com frequência😊😘

    • DeFrenteParaOMar.Claudia
      18 abril, 2018

      A preguiça fala mais alto… O difícil e começar depois é natural. Acho que se movimentar já é bom! ^.~ Beijins

  • aLaL
    17 abril, 2018

    Vontade tem ; quem sabe a gente chega lá !

  • Qualquer viagem. Eu vou!
    17 abril, 2018

    Saber que estamos tentando já nos faz bem. Bora caminhar, estudar, nos divertir. 🙂

    • DeFrenteParaOMar.Claudia
      17 abril, 2018

      É ter a consciência que podemos é um passo a frente , e procurar fazer o que gosta é fundamental! ^.~

  • Rosilene Zanutto
    17 abril, 2018

    Claudia, eu me esforço bastante. Sempre faço minhas caminhadas e exercícios. Espero chegar lá, kkk Beijos <3

    • DeFrenteParaOMar.Claudia
      17 abril, 2018

      Oi Rosie, eu gosto quando alguém diz que se preocupa com a saúde para envelhecer feliz e bem. Eu também quero chegar lá! ^.~

  • %d blogueiros gostam disto: