Fortalecendo o esqueleto! Saiba mais sobre a osteoporose 2


Como identificar e se prevenir da osteopenia e a osteoporose

Com certeza você já ouviu falar de doenças que atingem os ossos, casos da osteopenia e da osteoporose. Principalmente, após os 50 anos é bem comum apresentar o desenvolvimento destes problemas, por isso é necessário ficar atento logo aos primeiros sintomas e também realizar atividades que ajudem na prevenção.

Para identificar, primeiramente vamos falar de cada uma delas:

Osteoporose

A osteoporose, trata-se de uma diminuição da massa óssea e a deterioração do tecido ósseo, são termos complexos para explicar o que é popularmente conhecido como osso fraco.

Os sintomas principais são dores nas regiões lombares, fraturas com maior facilidade e até a perda de altura pode significar o desenvolvimento da osteoporose.

Diversos fatores contribuem para o surgimento da osteoporose, um fato que exemplifica bem isso é que a doença é “nova”, 40 anos atrás era muito difícil ouvirmos falar deste tipo de problema.

Osteopenia

Não é somente no nome que a Osteopenia se parece com a osteoporose, os sintomas e os cuidados também são bem similares. Os ossos perdem densidade, ficam com mais “buracos” ou poros e por isso ficam mais frágeis, o desenvolvimento da osteopenia pode acarretar na osteoporose.

O exame para saber o risco da doença é a densitometria óssea, funciona de forma parecida com um raio X e por isso não causa dores ou qualquer tipo de incômodo.

capa-oteoporose

Osso saudável à esquerda e à direita osso de uma mulher aos 89 anos com osteoporose.

Grupos de risco

Alguns grupos de pessoas possuem mais facilidade em desenvolver estas doenças e devem ficar mais atentos aos sintomas e a prevenção, são eles:

  • Mulheres, especialmente no período pós menopausa
    • Homens possuem 30% menos chance de desenvolver estas doenças
  • Pessoas sedentárias
  • Fumantes
  • Pessoas que possuem histórico familiar de déficit de cálcio

Obs: Apesar de alguns grupos possuírem mais facilidade no desenvolvimento da doença, todos estão vulneráveis e devem tomar os cuidados necessários.

Como prevenir a osteopenia e a osteoporose?

A prevenção deve partir, principalmente, dos hábitos do dia-a-dia, então não deixem de seguir as dicas:

  • A palavra chave quando se trata de fortalecimento dos ossos é CÁLCIO, portanto uma dieta que consome bastante cálcio vai ajudar com certeza
    • Ex: Leite, iogurte, queijos e derivados.
  • Vitamina D também vai contribuir para o fortalecimento ósseo
    • Peixes, ovos, e mais leite e queijo!
  • Prática regular de exercícios físicos
    • Pelo menos 30min por dia, esportes como vôlei, basquete que induzem bastante movimentação corporal no sentido de saltos são mais que bem-vindos.
  • Tomar banhos de sol regularmente
    • Ressaltamos nessa dica que também é importante sempre utilizar protetor e buscar horários em que o sol não está tão forte como das 8h-10h da manhã e no fim da tarde

DICAS:

  • O cálcio depende da vitamina D para que haja a absorção pelos ossos. Para isso , é necessário sempre se nutrir com os dois alimentos.
  • A fonte natural e poderosa de vitamina D é o sol. Se você tomar de 10 a 20 minutos de sol por dia, o seu corpo agradece! E os ossos também!

Alimentos que fazem BEM para os ossos: sardinha, derivados do leite(queijo , iogurte), soja, salmão, cereais

bem-para-ossos

Alimentos em excesso que fazem MAL para os ossos: proteínas(carnes), café, sal, bebidas alcoolicas, refrigerantes

mal-para-ossos

Imagens: pixabay, Photo by Dan Gold and Nguy?n Linh  on Unsplash, pinterest

Atenção : Este artigo é meramente informativo, procure um médico para melhor orientação ou suspeita.

Vamos cuidar bem dos nossos ossos, afinal são eles que nos sustentam e locomovem!

Beijins

Claudia

Deixe aqui seu comentário pelo Facebook

Deixe o seu comentário

2 pensamentos em “Fortalecendo o esqueleto! Saiba mais sobre a osteoporose