DiY • Em 12 maio, 2019

Bordado Sashiko: Técnica milenar da costura japonesa

Técnica milenar da costura japonesa: Bordado Sashiko

O bordado sashiko reforçava as roupas 

É uma forma de costura de reforço decorativo(ou bordado funcional) do Japão que começou por necessidade prática.

“Sashiko” significa “pequenos golpes”, do verbo “sasu” que significa “perfurar”.Esta técnica era usada para reforçar pontos desgastados ou para reparar rasgos e manchas das roupas como quilt para durarem por mais tempo. Com o tempo os artesãos aperfeiçoaram a técnica e hoje é muito aplicado para decoração, em quilting ou bordados.

Fonte : Wikipedia

Um bordado com poucas técnicas e sem complicações que se torna um trabalho rápido e bem ‘clean’.

Assim, uma técnica de costurar e bordar que hoje é bem utilizado para decorar e de certa forma reforçar a peça. 

Diagramas simples e uniformes

Geralmente o bordado sashiko é aplicado no tecido de uma cor, principalmente no índigo com a linha branca de bordar.

Ponto aplicado em várias formas

Abaixo ideias para bordar, veja que com o mesmo ponto, fazendo algumas variações, como por exemplo a cor do fio e do tecido. 

Acima, no diagrama, veja que existe uma direção e sequência para executar, para que o desenho fique perfeito , inclusive no verso do bordado.

Inspirações para bordar

Repare que você precisa de uma única cor de linha para fazer o bordado, e seu efeito é bem delicado.

Acima alguns diagramas, que você pode salvar ( clique em “salvar imagem como…”)  e imprimir, basta usar o botão direito sobre a imagem.

Bordado sashiko modernizado

Assim como macramê, que também é um artesanato com técnicas de tempos remotos, e que se modernizou, o bordado sashiko vem sendo utilizado para diferenciar uma peça. 

Abaixo, algumas aplicações que transforma e embeleza. 

Dica #1 de bordado sashiko

  • Os fios para bordado são os mais indicados para fazer os trabalhos.
  • As agulhas devem ser mais compridas para poder carregar vários pontos na agulha antes de puxá-la.

Dica #2 de bordado sashiko

  • O ponto sashiko é trabalhado igualmente a de um ponto corrido básico. A diferença é o espaço entre cada ponto deve ser a metade do comprimento de um ponto cheio. Isto é, os pontos são mais longos e as folgas são metade do tamanho dos pontos.
  • Eles também não devem tocar, isto é,  ao fazer o canto ou ponta, deixe um pequeno espaço aberto, onde as linhas normalmente se encontram.
  • Além disso, ao trabalhar em um padrão onde as linhas se encontram, evite que os pontos se cruzem.

Imagens Pinterest

Então, vamos bordar?

Beijins

Claudia

confira os posts relacionados:

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: