Qualidade de Vida • Em 12 set, 2020

Já ouviu falar no médico especialista da DOR?

Já ouviu falar em médico especialista da dor?Qualidade de Vida: O médico especialista da dor

Sentir uma dor que não some é a pior coisa do mundo. Aquela dor incontrolável e que remédio nenhum resolve e que acaba com o seu dia. Pois então…

Você sabia que existe um médico especialista em dor? Isso mesmo. Com o propósito de avaliar, diagnosticar e tratar diversas dores, o médico especializado, tem as habilidades necessárias para tratar esse tipo de condição do paciente.

As dores na terceira idade

As dores na terceira idade são consequências do envelhecimento natural do corpo humano, e são mais comuns do que você pensa. Contudo, por mais comum que seja, é muito importante acompanhar essas dores para que não sejam agravadas.

Tipos de dores

  • Dor aguda: ela surge de uma hora para a outra e fica apenas por um certo período de tempo. Habitualmente serve de alerta para a possível existência de um funcionamento anormal no organismo;
  • Dor crônica: uma dor que persiste e que pode durar até mesmo anos;

Existem tipos mais específicos e variados, mas que se dividem nesses dois padrões: aguda com um prazo breve e crônica que é em longo prazo.

Saber distinguir entre a dor nos músculos e a dor nos nervos também ajuda a ter um melhor diagnóstico e tratamento.

O que faz um médico especialista em dor?

Um médico especialista da dor avalia e trata diferentes tipos de dores. Com um conhecimento mais aprofundado sobre diferentes dores, ele diagnostica, prescreve medicamentos conforme a necessidade do paciente e realiza certos procedimentos que o paciente carece.

O médico da dor destina-se a encontrar a causa específica da dor partindo do histórico de seu paciente, resultando em um diagnóstico exato.

Certamente seus maiores objetivos consistem em reduzir e ter controle da dor. Inegavelmente, anseiam resolver o problema de uma vez por todas, todavia, nem sempre é possível.

Bem-estar

Se você sente dores que não se resolve, procure o seu médico e peça orientação ou indicação para um médico especializado na dor. 

Afinal, uma dor pode afetar diretamente no seu bem-estar físico e/ou mental. Por isso, mesmo que tenha apenas dores “comuns”, pois como falamos, pode ser um sinal de que algo em você não está funcionando corretamente.

Procure saber mais sobre essa especialização médica da próxima vez que for em uma consulta. Eventualmente, caso seja necessário, comece a fazer um acompanhamento regularmente no médico especialista da dor.

beijins

Claudia

Imagens da Capa Designed by brgfx / Freepik

confira os posts relacionados:

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: