O que é febre amarela, transmissão, sintomas e tratamento 2


Trazemos em voga hoje um tema que está em evidência na mídia atualmente. Após casos de macacos e humanos infectados voltarem a ser registrados no início do ano, corre um temor acerca de o que é febre amarela, mas afinal, o que é essa doença que está criando diversos fantasmas no imaginário popular?

O macaco ou o pernilongo?

O macaco: ele é apenas um mensageiro, nos alerta mas NÃO transmite.

O pernilongo: mosquito aedes aegypti  se contaminado pelo vírus transmite , não só a febre amarela, veja o quadro abaixo:

o que é febre amarela - aedes transmite

O que é febre amarela – Definindo o quadro:

A febre amarela é uma doença viral transmitida pela picada do pernilongo Aedes aegypti(sim, o mesmo da dengue, chikungunya e o vírus zika)  infectado, ou outras espécies. Seu nome advém do fato da icterícia causada pela lesão no fígado alterar a coloração da pele e de algumas mucosas do paciente.

Em 1942 a febre amarela teria sido erradicada das zonas urbanas do país(lembrando que o ciclo de transmissão pode ser silvestre ou urbano) porém com o retorno do pernilongo Aedes aegypt ao país na década de 70 as preocupações voltaram, e os objetivos da assistência de saúde do governo foram bem delimitados: diminuir a transmissão no meio silvestre controlada além de impedir a transmissão em meio urbano.

Os pilares no controle da febre amarela baseiam-se na vigilância de espécies de macacos em áreas endêmicas, pois geralmente estes são infectados antes dos humanos quando ocorre o surto da doença.

Além da vigilância, o foco é na  vacinação, visando cobertura completa nas áreas endêmicas(trataremos dela mais especificamente adiante).

Transmissão da febre amarela:

o que é febre amarelaO ciclo de transmissão da febre amarela divide-se em silvestre e urbano(que teria sido erradicado ).

A transmissão da febre amarela se dá pela picada do pernilongo Aedes aegypti no meio urbano, já no meio silvestre os vetores são os mosquitos Haemagogus, que podem picar uma pessoa que não tenha sido vacinada e acabe por entrar em contato com esta espécie na floresta.

Após esse primeiro contato, o indivíduo pode vir a ser picado pelo pernilongo Aedes aegypti no meio urbano, de modo que esta espécie de mosquito irá contrair a doença e espalhar, dessa vez na cidade. 

É importante frisar que os macacos NÃO possuem relação com a transmissão, sendo apenas vítimas da doença assim como nós humanos. O contágio por contato com pessoas acometidas pela febre amarela também não ocorre.

Sintomas da febre amarela:

Os sintomas independem da maneira como a o vírus foi contraído(meio urbano ou rural). A febre amarela possui basicamente duas fases de acometimento:

* Inicial (mais inespecífica, difícil diagnóstico. Costumam regredir após um período de até 5 dias)

  • Febre
  • Calafrios
  • Inapetência(perda de apetite)
  • Dor de cabeça

* Complicada (em algumas pessoas após a regressão os sintomas voltarão em um dia, dessa vez muito mais graves)

  • Febre alta
  • Lesão hepática causando icterícia(‘’amarelão’’)
  • Hemorragia(importante na grande mortalidade da doença, pois pode evoluir para choque e insuficiência renal/falência múltipla de órgãos)

Tratamento da febre amarela:

Não existe tratamento específico para a febre amarela, sendo a vacinação e a prevenção contra os vetores a forma principal de combate.

O Ministério da Saúde lançou uma nova campanha de vacinação em 2017 visando enfrentar o crescente número de casos de febre amarela reportados. Antes desse acontecimento a recomendação era uma dose de vacina e um reforço em 10 anos, após isso a pessoa estaria imunizada. Atualmente a diretriz da OMS afirma que apenas uma dose é o suficiente para suprir a imunidade.

Uma série de países exigem a apresentação do Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP) para permitir a entrada de viajantes.

Entre alguns países da lista temos Austrália, Bolívia, Bahamas, China, Colômbia, Cuba, Egito, Polinésia Francesa, Índia… para descobrir se o seu  destino de viagem exige a apresentação do CIVP, clique aqui.

Fracionada vs Padrão: A diferença consiste na Fracionada ter a dose de 0,1mL de vacina, enquanto a padrão 0,5mL.

Até agora os estudos não mostraram diferenças entre a eficácia das duas vacinas, sendo a diferença principal o tempo: a fracionada protege o paciente por até 8 anos, enquanto a padrão, durante a vida toda.

A maioria das dúvidas é relativo à vacina, confira aqui.

Vacina da Febre Amarela: efeitos colaterais, posso tomar? Quais cidades e países que exige?

Artigo escrito pelo colaborador e Acadêmico de Medicina José Pedro Duarte Hillal 

Imagens: flickr, Fiocruz, Ministério da Saúde

Beijins

Claudia

Agora que você sabe o que é febre amarela e sabemos que o risco maior é o mosquito, veja o post para nos prevenir do aedes aegypti de forma natural sem agredir o seu corpo e a natureza: 

Dicas e receita de repelente para pernilongo e mosquito

Deixe aqui seu comentário pelo Facebook

Deixe o seu comentário

2 pensamentos em “O que é febre amarela, transmissão, sintomas e tratamento