Histórias de Intercâmbio – Buscar um sonho, reciclar, rever valores 2


Histórias de intercâmbio de quem já fez (ou está fazendo) 

Foi em 2013 que vi que idade não havia limites para isso. Estava em Cambridge, Inglaterra, para meu primeiro intercâmbio. No primeiro dia todos os novos alunos foram recebidos com as boas vindas e iríamos nos conhecer e sermos informados das turmas, e lá em meio a tantos jovens, estava um senhor alemão nos seus 60 anos entre os alunos.

Aquele simpático senhor com os cabelos todos brancos tinha um ânimo maior que todos os outros alunos da sala, mostrando que idade não é obstáculo.

03-historias-intercambio-patricia

Histórias de intercâmbio – Patricia(45): oportunidade para o meu crescimento da alma

A professora Patricia Coughlan (45) deixou a cidade de São Paulo e foi para a Irlanda fazer seu primeiro intercâmbio em 2015. Patricia fez todo o processo de escolha de escola e documentação sozinha.

A engenheira civil Claudia Duarte (47) após ser desligada da empresa que trabalhava decidiu usar o dinheiro que possuía para aprender uma nova língua: “Quis investir o meu dinheiro com meu aprendizado”, afirma Cláudia.

A demissão da empresa também foi o ponto de partida para a secretária executiva Daniele Fernandes (44), “Eu sempre quis deixar o país mas sempre me faltou coragem e como tive bons empregos sempre deixei passar essa vontade” conta Daniele, “A empresa me desligou e pensei “A sua hora chegou, Daniele”.

Saindo da zona de conforto

01-historias-intercambio-claudia

Histórias de intercâmbio – Claudia (47): aprender uma nova língua

Não é nada fácil sair de um local onde já estamos confortáveis e mudarmos completamente nossa vida. Para Cláudia, deixar sua casa e todo conforto que possuía foi a parte mais difícil. Para Patrícia, mãe de dois filhos adultos, o mais difícil foi deixar a família.

Chegada ao novo país também não é um paraíso, mas também não é uma rua de pedras. Patrícia teve alguns obstáculos pelo caminho, mas superados: “A primeira acomodação foi horrível, pegamos uma eletricidade pré-paga e gastamos muito, mas encontrei uma outra casa e foi tudo superado”.

“Passei por cima de egos, fiz coisas que detestava. Aprendi a conviver com o frio, logo eu que era super reclamona nesse quesito. Esse tal de sair da zona de conforto acontece aqui, por mais que você esteja estruturada”, afirma Patrícia.

Já Claudia teve um problema na coluna e precisou ir ao médico: “Na época meu inglês era bem ruim, os médicos usaram o tradutor pra me consultar”, conta Cláudia,  “Tive que pagar 100 euros e depois o meu seguro me reembolsou”.

Para Daniele, o idioma foi o maior desafio que passou: “Os 3 primeiros meses foram bem difíceis para mim! Eu como sempre trabalhei com pessoas, adoro falar, e aqui eu não entendia ninguém e não fazia me entender. Foi muito difícil sem comunicação!”.

Aprendizado

02-historias-intercambio-daniele

Histórias de intercâmbio – Daniele(44): sempre quis deixar o país

Fazer um intercâmbio é muito mais que aprender um novo idioma. Aprendemos a ver o mundo de outra forma, hábitos podem ser revistos após um intercâmbio.

De acordo com Patrícia, o início do intercâmbio mostrou a ela uma nova visão: “Hoje tenho  um olhar diferente para coisas que nunca tiveram um milésimo da minha atenção, hoje valorizo muitas coisas que não valorizava. “O aprender novos caminhos é muito interessante”.

Ela também avalia que houve mudanças positivas em sua vida através do intercâmbio, “Fazer um intercâmbio é se reinventar a cada dia. Estou tendo tempo para mim aqui e isso está sendo uma grande oportunidade para o meu crescimento de alma”.

Daniele alega que mudou muito também: “Eu sou mais tolerante, paciente, humilde , menos estressada, acho que evolui em todos os aspectos”.

Cláudia também percebeu mudanças: “Hoje sou mais tolerante com as pessoas”.

Três histórias de intercâmbio, três situações, três aprendizados.

Quem escreveu e entrevistou : Luciana Assunção , nossa nova colaboradora. Seja bem-vinda Lu! 

Quer saber mais , veja este post: Intercâmbio na Terceira Idade

Capa: Photo by Dawid Zawiła on Unsplash

Você tem histórias de intercâmbio para nos contar? Deixe nos comentários!

Beijins 

Claudia 

Deixe aqui seu comentário pelo Facebook

Deixe o seu comentário

2 pensamentos em “Histórias de Intercâmbio – Buscar um sonho, reciclar, rever valores