Ter um pet é o melhor remédio! 7


Vamos passear? Joga bola pra mim!!

Os benefícios de ter um pet na 3ª idade 

Quem nunca quis ter um animalzinho de estimação? Principalmente quando criança, muitos de nós tivemos o desejo de ter um bichinho para chamar de seu, e por mais que você não seja mais criança nunca é tarde para adotar um companheiro para todos os dias. 

Faz bem pro pet , faz bem pro dono

Ter um pet em casa faz bem para  todas as idades, especialmente na 3ª idade. Eu posso confirmar as seguintes afirmações:

  • Diminui a solidão

02 pet e o idosoAnimais de estimação, especialmente para quem já está na melhor idade, se transformam em fiéis companheiros. Além de induzir uma maior interação social nas pessoas, quando você tem um animalzinho acaba saindo para dar passeios, ou para levar ao pet shop, conhece outras pessoas que também possuem bichinhos e compartilham experiências.

Eu vou passear ao menos 2 vezes por dia, e ai se não sair! O pedido é tão especial que não tem como negar! Faz bem pro coração, duplamente!

Interação com outros passeadores é ótima, o mais interessante é conhecer os nomes dos outros peludinhos.

  • Melhora o humor

Já percebeu como um cachorrinho está sempre feliz ao ver seu dono chegar em casa? É exatamente desse amor incondicional que estamos falando, independentemente do humor do seu dono, muitas vezes os bichinhos contribuem para melhorar isso, afinal alguns deles estão sempre dispostos a brincar, correr, interagir.

Muito verdadeiro! A festa que a minha peludinha faz , as boas-vindas é uma energia ímpar!

  • Previne doenças01 pet e o idoso

Nesta fase madura da vida é comum que sejam desenvolvidas algumas doenças, psicológicas ou biológicas, e algumas destas podem ser evitadas pela presença de um bichinho de estimação.

Estudos já mostraram que os “vovôs e vovós” que possuem animais em casa tem menor risco de desenvolver depressão e outros problemas relacionados com a pressão sanguínea, coordenação motora, tudo isso relacionado a prática de exercícios dos donos com seus animaizinhos.

Além de nos “obrigar” a fazer execícios, muitas das nossas doenças provém de fatores psicológicos, ter um pet é terapia pura!

Dicas e cuidados

Apesar de todos estes pontos positivos que mostramos são necessários também levar em consideração alguns cuidados com a relação pets e idosos:

  • Manter a vacinação dos animais em dia
  • Cuidar da higiene dos bichinhos (banhos pelo menos 1 vez por semana)
  • Ficar sempre atento a pulgas, carrapatos e etc.

E agora , vamos adotar?

A minha peludinha é um exemplo de que adotar é retorno garantido em 200%! Ela me agradece t-o-d-o-s os dias por tê-la adotado. E é reciproco. Uma companheira e tanto, não tem tempo ruim pra ela.

Hoje em dia existem vários sites de adoção de cães e gatos.  Tenho certeza que se você adotar um peludinho , eles vão te agradecer eternamente e acredite, o companheirismo deles não tem preço, dê uma olhadinha nestes sites:

Outras opções pra quem não possui disponibilidade de adotar um cãozinho ou um gatinho que são os pets mais comuns podem ser peixes, pássaros, tartarugas, tudo vai de acordo com a sua disponibilidade. O importante é ter um companheirinho que mais te agrade.

As imagens acima são de : pixabay

Milk-pet-idoso

Estas são algumas das centenas de fotos da minha peludinha que adotei há 6 anos. E de lá pra cá é só alegria!

E você tem patinhas em casa? Compartilhe sua história! 

Beijns 

Claudia

Deixe aqui seu comentário pelo Facebook

Deixe o seu comentário

7 pensamentos em “Ter um pet é o melhor remédio!