DIY – Kintsugi – A arte de apreciar as imperfeições 10


Kintsugi é uma arte milenar japonesa de restaurar as peças de uma cerâmica quebrada com o pó de ouro.

Quando quebramos uma peça de valor , seja monetário , emocional ou histórico, procuramos a todo custo restaurar sem que apareça as rachaduras e remendos. A arte do Kintsugi , faz exatamente o inverso: valoriza e destaca as imperfeições com retoques nas peças quebradas com pó de ouro. 

Kintsugi – Destaca as cicatrizes com “ouro”

Kin significa ouro ; tsugi significa emendar, unir. Técnica que virou uma arte , foi  desenvolvida no século XV no Japão.

Recentemente, esta arte ganhou grande destaque , após os terremotos em 2011 e 2016 em Tohoku e Kumamoto no Japão. Onde uma Galeria em Tokio , solicitou aos moradores que não jogassem fora as cerâmicas que tinham seu valor pessoal e enviassem para restauração. Peças que foram marcadas pelo terremoto e preservadas pela arte do kintsugi.

Sob o olhar dos japoneses, uma peça , quando danificada,  certamente tem sua história, tornando-a mais bela!

Somos frágeis como a cerâmica

Aplicando na nossa vida, toda vez que algo se rompe, se quebra, tentamos ocultar que somos imperfeitos e frágeis como uma cerâmica…  

A arte do kintsugi,  é expor as cicatrizes e dificuldades, destacar em ouro (  força, trabalho, virtudes…)  e conseguir superá-las.

Será que temos a capacidade da superação e resiliência? E brindar em ouro este trajeto? 

Apreciar as cicatrizes e traumas, é se orgulhar por ter uma história.  Olhando para uma cicatriz no corpo , percebe-se que é uma pele mais forte e resistente (a quelóide), marcada por algum ferimento. A imperfeição é que nos fortalece e nos faz crescer para buscar a perfeição e beleza humana.

Olhe para uma cicatriz no seu corpo. Naquele dia que você se machucou , chorou muito? Sentiu muita dor? Lembre-se da história dessa cicatriz…  Sente superado e vitorioso?  

O kintsugi segue os princípios do wabi-sabi, onde o olhar estético é voltado para a imperfeição, às coisas incompletas. Wabi significa “quietude” e Sabi “simplicidade”. 

Fonte: wikipedia

A primeira vez que li sobre o kintsugi, achei lindo! Eu tinha umas peças de cerâmica que gosto muito,  tinha colado e tentava esconder ao máximo que a peça havia se quebrado. Que bobagem… Resolvi aplicar a técnica do kintsugi.

Faça você mesmo o kintsugi, veja passo-a-passo :

kintsugi-01

1. Limpe bem antes de colar e pintar.

2. Monte a peça , colando todos os cacos.

kintsugi-02

3. Você pode usar um esmalte dourado ou purpurina dourada misturada num esmalte-base.

kintsugi-03

4. Recorte fita crepe em tiras pequenas e faça o contorno da rachadura.
5. Passe o esmalte , faça em várias camadas até que a rachadura seja preenchida com o esmalte.

kintsugi-04

6. Depois de seco, retire a fita crepe e pronto! Sua peça está linda novamente! Agora com história para contar.

kintsugi-05

Obs.: para ter um melhor contorno e resultado, corte a fita crepe em tiras bem pequenas , para seguir o desenho da rachadura.

kintsugi-06

kintsugi-final

fotos: do próprio autor

Existem várias formas de fazer o kintsugi numa peça quebrada. Veja estes que lindos que ficaram:

kintsugi-08

fotos: pinterest

Você tem alguma peça de valor pessoal que quebrou? Vamos dar um toque especial à esta peça?

Beijins,

Claudia

Deixe aqui seu comentário pelo Facebook

Deixe o seu comentário

10 pensamentos em “DIY – Kintsugi – A arte de apreciar as imperfeições